domingo, junho 08, 2008

domingo, junho 08, 2008

Que Cala!

entre o arder da pele,

os desejos inconfessos

e o medo que me toma;

o resto que resta,

o abismo que não fala,

o vazio que emudece as palavras

e que cala, me cala!