quinta-feira, maio 08, 2008

quinta-feira, maio 08, 2008

O Poeta!

Meu irrequieto coração me fez atravessar as montanhas de Minas para procurar novas sensações em terras paulistanas e foi assim que eu o encontrei;

Maternidade do texto, o nome chamou minha atenção, sabia que só um Poeta, de sensibilidade impar, poderia habitar ali.

Entrei de mansinho e logo me encantei. Emocionada com a beleza de todas suas crias, lambi e embalei cada uma delas, por várias e várias madrugadas, sempre silenciosamente, por timidez e por não conseguir expressar, por palavras, a minha admiração pelo Poeta-pai, criador daqueles lindos poemas, textos e prosas. Porém, a vontade de conhecê-lo era tanta, que me enchi de coragem, murmurei um elogio, deixei meu rastro e, para minha imensa alegria, nos conhecemos.

Desde então, cada vez mais, me apaixono pelo seu poetar, pelo seu talento, pelo seu charme...

Fábio Reoli é o nome dele, Poeta e fotógrafo, assim se define, mas é um alquimista, transforma sonhos em versos e fotos em poemas, pura magia.

Meu inspirado e inspirador Poeta, sabe que lhe gosto muito e da admiração que lhe tenho, dos sentimentos e das várias emoções que desperta em mim, mas sabe também que eu nunca conseguiria descrevê-los, falta-me o seu dom para lidar com as palavras e compô-las em poesia, portanto, apenas, coloquei minha alma e meu coração nas pontas dos dedos para lhe prestar esta pequena homenagem.

(Palavras outras, prefiro dizê-las boca a boca.rs)

Meu carinho, te beijo. ♥


VIÇO
Fábio Reoli

toco teu corpo úmido
como quem desfolha um bem-me-quer entre os
dedos
cedendo ao chamamento da carne
entregue a face faminta do desejo

orgia dos sentidos
letras transmutadas em língua
escrevendo palavras obscenas em teu ouvido

meu todo a te possuir
e tuas unhas desenhando com sangue minha pele
sem ferir

vem devora
faz de mim teu Universo
o êxtase que para outros é prosa
para mim é gozo sussurrado em verso


*****

(O post foi escrito em verde, uma homenagem ao Palmeiras, Campeão Paulista, o time do coração do Poeta)