quinta-feira, maio 01, 2008

quinta-feira, maio 01, 2008

Anemia

(tela de Bruno di Maio)

Por mais escutar do que ser escutada

por mais consolar do que ser consolada

por tanto acolher a dor alheia

no seu peito no seu ser

escondendo as próprias mágoas

de tanto engolir suas lágrimas

seu sangue acabou virando água.