sábado, março 08, 2008

sábado, março 08, 2008

Mulher


Você que ainda me maltrata,
me violenta, me estupra,
me espanca todos os dias;

você que ainda me escraviza,
que não respeita
as minhas conquistas,
os meu direitos;

você que ainda me sufoca,
que não me ama e só meu usa,
que usurpa os meus espaços,
que rouba a minha alegria...

não venha me oferecer flores,
neste oito de março!



Que neste século se realize o nosso verdadeiro parto,
que além de vida, possamos gerar fatos, que nos permitam ocupar o espaço
que nos foi usurpado e conquistar o que ainda nos falta ser conquistado



se mil vidas eu ainda tiver para viver,
em todas elas mulher eu quero ser.