quarta-feira, março 05, 2008

quarta-feira, março 05, 2008

Como um barco


barco atracado não naufraga

e ela se deixou ficar,

parada, por muito tempo,

sempre no mesmo lugar.

até que resolveu ousar,

soltou as amarras,

recolheu âncoras

e saiu a navegar,

sem bússola, sem leme

à deriva, sem direção,

apenas à flutuar

seguindo a luz do sol

e o clarão do luar.