terça-feira, janeiro 29, 2008

terça-feira, janeiro 29, 2008

Perdão Amigo!


Perdão, eu te peço à distância, e torço para que me surpreendas no verde amarelado da íris, instantes antes de eu deitar novamente incógnitos meus segredos sobre teus olhos.
(Patrícia Antoniete)


Meu Amigo Querido


Fui arrogante, prepotente, ciumenta e infantil, quando o acusei, injustamente, sem lhe dar o direito de defesa.

Estou aflita, agoniada, com o meu coração desassossegado e muito triste.

Pelo imenso carinho que lhe tenho, aceite minhas desculpas, meu arrependimento sincero e volte a ser meu amigo, por favor!


Eu ♥ Você!